(11) 4266-0513 (11) 4249-2545 (11) 97011-0268 (11) 94797-6909
Conheça as Fases do Tratamento da Dependência Química

Conheça as Fases do Tratamento da Dependência Química

A doença deve ser tratada a partir das causas biológicas, psíquicas e sociais que levaram a pessoa a desenvolvê-la. Nas unidades de tratamento, o dependente químico é acolhido, de forma singular, por uma equipe composta por médicos psiquiatras, clínicos gerais, psicólogos, terapeutas que atuam de forma interdisciplinar na aplicação de um programa terapêutico de recuperação. O período de tratamento de dependência quimíca pode variar entre 4 e 9 meses e inclui etapas importantes, como: desintoxicação; psicoterapia; reabilitação e a ressocialização do paciente.

Conheça as Fases do Tratamento da Dependência Química

Primeira fase: Desintoxicação
Em nossa Comunidade Terapêutica, o primeiro passo é o processo de ajuda ao dependente químico na fase da desintoxicação e síndrome da abstinência; contamos com profissionais para esta etapa que é a mais dolorosa para o dependente químico.

Segunda fase: Reabilitação psicológica
Para a continuidade do tratamento do dependente químico, não basta parar com o consumo das drogas ou do álcool, precisamos resgatar no dependente químico a capacidade de pensar com clareza, estimular seu desenvolvimento e sua auto-estima. O dependente químico precisa descobrir que existe uma maneira saudável de viver sem as drogas; esta é a principal fase do tratamento.

Terceira fase: Reinserção social
Nesta fase, o dependente químico volta a ter contato com a sociedade, desta vez com uma visão positiva da vida. Durante este período o recuperando faz visitas terapêuticas, retornando ao convívio com a família. Em seu retorno a comunidade o dependente químico trabalha com a equipe as dificuldades encontradas até atingir o equilíbrio necessário para uma vida saudável.

 

– Reabilitação
É a fase do tratamento em que os paciente aprendem como modificar seu comportamento para manter a abstinência. Inúmeras modalidades terapêuticas podem (e devem) ser utilizadas para esta finalidade – aconselhamento individual e familiar, aprendizado sobre dependência e sobre as substâncias que consome, psicoterapia individual e familiar, medicações contra as vontades de consumo que o indivíduo apresenta, treinamento social e vocacional, e outros processos são integrantes desta fase. Grupos de mútua-ajuda devem sempre ser incluídos no processo de reabilitação

– Cuidados continuados
Muitos dos pacientes dependentes devem se manter em tratamento por um período longo em suas vidas. Esta fase é composta de propostas para a manutenção do estado de sobriedade frente às dificuldades de suas vidas. Participação em grupos de mútua-ajuda é um dos mais conhecidos meios de manutenção dos benefícios conseguidos em um tratamento. Outras possibilidades para esta fase são oferecidas pelas comunidades terapêuticas. Elas oferecem um ambiente bem estruturado para indivíduos que não disponham destes recursos em sua vida. As internações nestas instituições são freqüentemente longas, possibilitando uma estruturação da vida do indivíduo antes dele retornar ao seu ambiente de vida. Todas as modalidades oferecem suporte moral e encorajamento.

– Prevenção de recaídas
Estratégias que podem ser aplicadas conjuntamente ou logo após o tratamento primário (desintoxicação ou reabilitação). Em geral estas estratégias têm o objetivo de antecipar (e lidar) com as situações em que os pacientes terão possibilidade de recair, ajudando-os a adquirir instrumentos eficazes para evitar uma recaída, também modificando seu estilo de vida. Assim sendo são efetivas na redução da exposição dos indivíduos às situações de risco, fortalecendo suas habilidades de evitar uma recaída.

A desintoxicação médica é apenas a primeira etapa do tratamento para a dependência química e, por si só, pouco faz para modificar o uso de drogas em longo prazo. Por isso, é importante a intervenção da equipe multidisciplinar em todas as fases do Programa Terapeutico, que inclui sessões estruturadas de psicoterapia individuais e em grupo, de condicionamento físico, monitoramento da evolução de sua saúde e técnicas de prevenção à recaída. Ao final da internação, o paciente inicia um processo de ressocialização, no qual é preparado para retornar ao convívio social.

Os medicamentos podem ser uma boa forma de iniciar o tratamento, isto porque eles auxiliam no controle da compulsão, ansiedade e possíveis quadros de depressão.

Além disso, os profissionais da área médica (que são os únicos que podem recomendar qualquer medicamento) irão orientar o uso de certos antivirais e antibióticos para que a pessoa não desenvolva qualquer problema de saúde ou combata os que já possa ter.

Atendimento psicológico e psiquiátrico

Pessoas que estão com algum tipo de problemas com as drogas precisam passar por acompanhamento com profissionais da área da psicologia e da psiquiatria.

Afinal, existem questões emocionais envolvidas com o uso da droga. E mais, é preciso que o paciente realize certas mudanças em seus hábitos e comportamentos. Ou seja, a terapia, nesses casos, é fundamental para a recuperação.

Tratamento em Família

A família deve estar presente nesses momentos de recuperação. É necessário que a família demonstre que está ao lado do paciente e que apoia essa decisão de tratamento.

No mais, é importante que também ocorram terapias em grupos familiares, pois todos os envolvidos precisam de ajuda para enfrentar e saber lidar com essa situação.

Internação

Por fim, mas não a menos importante, devemos falar sobre o tratamento através da internação. Para este tipo de tratamento existem clínicas especializadas, onde o paciente deve ficar internado até sua recuperação.

O atendimento costuma ser 24 horas e realizado por um equipe multiprofissional. O paciente passará por um processo de desintoxicação, será medicado corretamente, terá acompanhamento de diversos profissionais e poderá receber visitas de seus familiares, para auxiliar no processo.

Não deixe de nos procurar estamos prontos para te atender todos dias nos telefones do site e também via Chat Online e WhatsApp. Não deixe de nos procurar !!!

Blog

Fique atento a todas informações sobre as clínicas de recuperação


Quais os Tipos de Internação para Dependentes Químicos?

Quais os Tipos de Internação para Dependentes Químicos?

Separamos informações importantes sobre quais tipos de reabilitação para que a família saiba mais , localização sobre clínica de recuperação para que as pessoas que estão procurando tratamento e saber como fazer para realizar uma internação de dependentes químicos ou alcoólatras....
Logo
Como a Família pode Ajudar um Dependente Químico

Como a Família pode Ajudar um Dependente Químico

Separamos informações importantes sobre procedimento para família, localização sobre clínica de recuperação para que as família que estão procurando tratamento e saber como ajudar um dependente químico ou alcoólatra. Esse processo envolve um a trabalho profissional especializado....
Logo
Como Ajudar um Drogado a se Recuperar

Como Ajudar um Drogado a se Recuperar

Separamos informações importantes sobre procedimento para família, localização sobre clínica de recuperação para que as pessoas que estão procurando tratamento de drogado e saber como ajudar um dependente químico ou alcoólatra a se recuperar. Esse processo envolve um a trabalho profissional especializado....
Logo
Como Ajudar um Dependente Químico em Recuperação

Como Ajudar um Dependente Químico em Recuperação

Separamos informações importantes sobre procedimento para família, localização sobre clínica de recuperação para que as pessoas que estão procurando tratamento e saber como ajudar um dependente químico ou alcoólatra. Esse processo envolve um a trabalho profissional especializado....
Logo