Clínica de Reabilitação em São Paulo

Clínica de Reabilitação em São Paulo


Milhões de pessoas no nosso país possuem pelo menos um familiar ou amigo(a) que está ou já esteve enfrentando uma dependência química. Enfrentar o consumo descontrolado de drogas é uma coisa que torna a vida do dependente e dos seus entes queridos muito extenuante, pois requer uma série de renúncias de todos os envolvidos, trazendo assim problemas diretos e indiretos para a vida do paciente e de todos que o cercam. É devido à sobrecarga que o trato de um dependente pode trazer que muitas pessoas têm visto nos Clínica de reabilitação em São Paulo solução devidamente capacitada para ajudar pessoas a enfrentarem o vício e melhorar as condições de vida do dependente, proporcionando esperança de recuperação total.

 

O que preciso saber sobre a dependência química? Ela é uma doença ou só falta de caráter e má educação?

Essa é uma discussão que sempre aconteceu em nossa sociedade por falta de conscientização real sobre o tema. As pessoas comumente enxergam o(a) dependente químico como alguém sem caráter, carente, desleixado e sem compromisso.

É justamente a falta dessa conscientização e de uma discussão pública madura e responsável a respeito de tal tema em diversos locais onde ele deveria ser tratado, que leva ao abuso de drogas, principalmente pelas faixas etárias mais jovens da nossa população. Ao adentrar no vício, outras coisas acabam vindo junto no pacote, como depressão, ansiedade, síndrome do pânico e diversas outras questões de ordem fisiológica e mental.

É por isso que, assim como é importante tratar das pessoas que já se encontram na luta contra o vício, é igualmente importante desmistificar o tema da dependência química, conversar mais sobre ele nos espaços públicos e na sociedade em geral para que esse tabu seja quebrado e possamos nos antever e preparar nossa população para encarar esse tema com um olhar mais maduro. Por isso muitos procuram Clínica de reabilitação em São Paulo.

           

O que é uma clínica de reabilitação?

São espaços especializados para receber o viciado e tratar dos mais diversos gêneros, graus e estágios de dependência química, através do trabalho de equipes multiprofissionais que irão averiguar a condição de saúde do dependente a partir de exames e diversas avaliações de caráter médico e psicológico, até se identificar qual será o processo de recuperação escolhido para o tratamento do paciente.

 

É possível a internação? Como ela acontece?

Sim, a internação em Clínica de reabilitação em São Paulo pode ser voluntária (aquela que ocorre quando o paciente concorda e autoriza a internação), ou involuntária (que ocorre quando um parente ou representante legal do(a) dependente solicita a internação, mesmo contra a vontade dele). Há também a internação compulsória, que acontece em virtude de uma decisão judicial emitida em um processo.

 

Quais serviços são oferecidos por essas clínicas

Estes locais estão preparados para receber os dependentes e realizam diversos tipos de procedimento. Além de consultas médicas, exames, elaboração de laudos, prescrição de medicamentos para o tratamento dos sintomas de abstinência, acompanhamento de processos de desintoxicação, bem como sessões de avaliação e acompanhamento com profissionais que atuam na área da saúde mental como psicólogos, médicos psiquiatras, entre outros.

Outro serviço que geralmente é prestado ao dependente e seus familiares nas clínicas de reabilitação envolve a participação do dependente em atividades que proporcionem a produção natural daquele que é conhecido popularmente como hormônio do prazer: a serotonina, muito importante para trabalhar a associação de prazer no cérebro com algo que não seja a droga. Essas atividades vão desde a prática de exercícios físicos até espaço de dálogo com outras pessoas que lutam com a mesma questão em grupos de apoio.

 

Qual a duração do tratamento em uma clínica de reabilitação?

O período que um dependente irá passar no centro de tratamento dependerá de diversos aspectos que serão avaliados quando ele é recebido na instituição. Várias avaliações serão feitas nesse sentido, mas o espaço de tempo mais comum é entre 60 e 180 dias.

 

Há chance de o dependente voltar á sua vida normal?

Sem nenhuma dúvida. Com muito trabalho competente e um tratamento focado o paciente pode sim ser recuperado e voltar à d que tinha antes. O mais crucial é perceber que o tratamento irá ter várias etapas, e quando cada uma delas é ultrapassada se cria mais confiança para o restante do tratamento.