(11) 4249-2545 (11) 94797-6909

Por que algumas drogas são lícitas e outras ilícitas?


Por que algumas drogas são lícitas e outras ilícitas?

Certamente todos nós sabemos que existem drogas lícitas e ilícitas, e, no entanto, uma grande parte não entende porque algumas são legais e outras não. Isso porque tecnicamente os problemas oriundos delas são gigantescos, todavia, a proibição não ajuda na conscientização.

Geralmente na linguagem mais comum, quando falamos em drogas, temos tendência a pensar nas substâncias psicoativas ilícitas, entre elas: cocaína, maconha, heroína, ecstasy, entre outras. Quanto ao fato de serem psicoativas, querem dizer que são conhecidas por interferirem no funcionamento cerebral.

Além disso, entre as drogas legais existem aquelas que possuem aplicações médicas, entre elas: o álcool. Claramente entre as drogas ilegais mais comercializadas no mundo todo, estão: o ópio, maconha e até mesmo a cocaína, que são extraídas de plantas. Saiba mais abaixo!

 

Sobre as drogas lícitas e ilícitas

 

O que podemos dizer sobre as drogas lícitas e ilícitas, é que todas as drogas psicoativas podem certamente causar muitos danos. Podemos citar alguns efeitos físicos que por exemplo o uso da maconha pode causar: arritmia, diminuição da testosterona nos homens, efeitos psíquicos, entre outros.

Além do mais, esses efeitos psíquicos dependerão claramente da qualidade da maconha, e ainda da sensibilidade da pessoa que está fumando, por exemplo, alguns ficam com a sensação de calma e relaxamento e outros sentem tremores, sensação de angústia e sudorese. 

Isso que a maconha é uma das drogas mais comuns e “tranquilas” de se usar atualmente, o que muitos não sabem é que os efeitos psíquicos crônicos da maconha, e que são provocados pelo seu uso continuado acabam interferindo na capacidade de aprendizagem e de memorização induzindo a um estado em que a motivação é diminuída. 

Ademais, existem evidências científicas que são capazes de atestar que se o adicto possui uma doença psíquica não diagnosticada, então o uso da maconha certamente irá piorar seu quadro, justamente porque anulará o efeito dos medicamentos e será o estopim para a manifestação da doença.

 

Por que algumas drogas são legalizadas e outras não? 

 

O que muitos pensam é: se as drogas lícitas e ilícitas podem fazer mal por que realmente algumas delas são legalizadas e outras não? 

Saiba que de acordo com o site do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na verdade, o fato de a substância ser legal ou ilegal, certamente não tem relação direta com o perigo oferecido por ela.

Como exemplo de substância lícita podemos dar o mais famoso: o álcool! Ele que é uma droga legalizada, e que possui diversos impactos poderosos na sociedade, além do mais, as drogas naturais não são menos perigosas que as próprias sintéticas. 

 

Como reconhecer que uma pessoa é dependente de substâncias lícitas ou ilícitas?

 

A pessoa que é dependente de drogas lícitas e ilícitas deve se tratar, isso porque as substâncias mesmo sendo lícitas acabam causando a dependência e podem ser tão prejudiciais quanto as drogas ilícitas. 

Elas podem ser ainda mais perigosas visto que podem ser adquiridas sem que o dependente fique com medo disso, sendo assim, confira abaixo como reconhecer que uma pessoa já está na dependência: 

 

Há mudanças bruscas de comportamento e no humor

 

Certamente esse é um dos primeiros sintomas de que a pessoa está fazendo uso de drogas, há uma mudança radical de comportamento e do humor. Saiba que a pessoa pode ficar mais reservada, apresentar sinais de tristeza e até mesmo introspectiva, apresentando culpa.

Em alguns casos o dependente acaba ficando extremamente agressivo, tudo dependerá da substância que a pessoa está usando no momento.

 

Amizades e companhias suspeitas 

 

Com algumas exceções, podemos salientar que uma pessoa que é dependente químico certamente procura se aproximar de pessoas que acabam lhe oferecendo drogas. Justamente por esse motivo, essa pessoa começa a andar com companhias diferentes que não pertenciam ao seu círculo social. 

 

Há alterações na rotina da pessoa

 

Sim, saiba que um dependente químico logicamente pode apresentar alterações em seu metabolismo, sendo assim, sinais de uso de drogas podem aparecer na alimentação, entre os mais evidentes estão: o excesso ou a falta de apetite.

Ademais, o semblante dessa pessoa acaba refletindo o abuso de drogas, olhos tendem a ficar inchados, vermelhos e as mucosas do nariz mais irritadas. 

 

Como ajudar? 

 

Efetivamente são vários os sintomas, entretanto, eles variam de uma pessoa para outra, no entanto, o padrão de dependência acabam sendo os mesmos. 

Desta forma, a família deve ajudar na busca por instituições capazes de ajudar com a reabilitação mental e física do adicto, promovendo e ensinando o mesmo a ter uma melhor qualidade de vida!

Entramos em contato

Aceitamos diversos planos de saúde consulte
Planos de saúde
Podemos Ajudar?