(11) 4266-0513 (11) 94797-6909

Onde internar um dependente quimico

Data: 15/03/2017 Categoria: Saúde / Voltar

Onde internar um dependente quimico

Internamento, Local Adequado, Infra-Estrutura

Quando se fala de internamento de um dependente químico, estamos falando de internar uma pessoa, um ser humano, cheio de falhas e problemas. E é com base nisso que temos que ver seus problemas, dificuldades e motivos.

A internação é indicada no caso de um nível alto de uso de drogas, com isso sem condições de decidir sua própria vida. Quando o paciente não se controla nem convive mais sem o uso da droga. Ainda quando o mesmo põe em risco sua vida e de terceiros, deixando bem difícil o convívio em família.

As internações podem variar de acordo com o caso e seu tempo pode ser de 15 a 28 dias, até mesmo chegar a um ano. Existem fatores que podem determinar o tempo da internação como sua idade, o tempo de uso da droga e seu estado físico e mental.

Onde Internar um Dependente?

Podemos internar um dependente em clínicas através do SUS, pelo sistema público, ainda podemos usar as clínicas criadas por entidades privadas, clínicas particulares.

Ainda temos as fazendas de recuperação. Onde não é usado o tratamento a base de remédios, mas sim, pelo convívio de pessoas diferentes, aplicando princípios básicos.

Todos esses locais citados acima devem ter equipe apropriada para de especialistas na área, tem que ter uma infra-estrutura adequada, com espaços de lazer, atividades grupais.

Locais de estrema tranqüilidade, longe das turbulências da cidade grande ou problemas advindos de sua vida atual.

Ainda temos as clínicas mantidas por instituições religiosas, as quais vêm mantendo uma média boa de recuperação através dos seus métodos da palavra de Deus.

A Internação é feita em quais casos?

É feita em casos bem específicos. Em casos que o dependente esteja fazendo uso de drogas diariamente, sem condições de parar através dele mesmo, quando não tem condições de convívio em família.

Quando passa a oferecer perigo para ele mesmo como para pessoas em geral. Quando não tem mais condições de tomar decisões por si mesmo.

O grande problema do internamento não é um local adequado ou como, mas sim, o dependente tem que querer se tratar, isso é o primeiro passo. Após isso, a família tem que entender e aceitar que o dependente está precisando de ajuda.

E dá todo o suporte e apoio para que a dependente tenha toda a tranqüilidade, paz e sossego, para uma boa recuperação e não volte a fazer uso de drogas.

 

*Nome:
*E-mail:
Telefone:

Mensagem